18 de ago de 2016

Tipos de tapete

Olá Realezas,

Os tapetes dão graça e cor às áreas de circulação. Eles também podem criar um designer moderno quando sobrepostos no lugar de um só, porém tem que tomar cuidado devido a diversidade de cores e estampas importantes na escolha de um modelo.

A dica é: "Se o ambiente for muito colorido, opte por um tapete mais neutro, que canse menos o visual. Se for o contrário, abuse das novidades e adote até mais de um na sala de estar, por exemplo. Lisos e estampados convivem bem, mas escolha uma cor predominante”.

Segundo ela, existem modelos e preços para todos os gostos e bolsos. Os baratinhos também fazem bonito. É só ter criatividade na hora de compor o ambiente, afinal dependendo da procedência, materiais empregados, se feitos a mão ou industrializados os preços podem variar de R$ 100 ao infinito – existem tapetes que custam R$ 25 mil o metro quadrado.

Vamos conhecer alguns modelos disponiveis:

Persas – a tecelagem de tapetes é indubitavelmente uma das manifestações mais características da cultura e arte persas e remonta à antiga Pérsia. O luxo a que se associam essas peças contrasta com sua modesta origem entre as tribos nômades. O tapete era um bem necessário para se protegerem do inverno rigoroso. Os artesãos utilizavam insetos, plantas, raízes e cascas como fonte de inspiração.










Kilim – Espalha-se por salas e quartos como elemento meramente decorativo. É um tipo de tapete de textura forte e sem pêlos. A confecção é feita com laçados por entre os fios quase como um bordado. No Ocidente, eles são conhecidos por seus desenhos gráficos e abstratos.










Aubusson – Quase todos os modelos apresentam desenhos de paisagens. Sua origem é do século 18, época em que os tapetes franceses eram muito caros para o povo. Foi então construída a fábrica de Aubusson, que produzia tapetes que, por não terem nós, eram mais baratos e rápidos de fazer. Hoje, os que são encontrados em bom estado valem uma pequena fortuna.








Sisal – são rústicos, feitos em fibra de sisal com vários modelos de tramas. As mantas têm 4 metros de largura e podem ser feitas por encomenda em qualquer tamanho. São mais usados em ambientes descontraídos, casas de campo e de praia ou mesmo para ambientes urbanos. Tapete de Sisal é encontrado com facilidade no Brasil 









Fibras artificiais – acrílico, náilon, poliéster, poliamida, poliuretano, prolipropileno, celulose, viscose, acetato, modal, Lycra, PET e até jeans. As possibilidades são muitas. São os tapetes mais baratos no mercado, justamente porque são feitos com fibras artificiais (matérias-primas vindas da indústria petroquímica). Nem por isso perdem a beleza e podem, muitas vezes, ser mais duráveis e adequados a certos ambientes do que os tapetes de fibras naturais.



Obrigada por ler e até o próximo post.

Créditos: Revista Zap Imoveis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário com dicas e sugestões, não esqueça de seguir
Venha fazer parte deste #TimedeRealezas que só cresce.

© Olá Realezas - 2017 | Todos os direitos reservados.
Olá Realezas: www.facebook.com/olarealezas.
Tecnologia do Blogger.