Por que não gosto de Agosto?

31 de ago de 2017
Olá Realezas,

Enfim terminou este mês de tristeza, sim de tristeza porque neste mês em minha família (Deus me livre) parece que tem uma maldição onde os entes queridos morrem.


Não estou exagerando, este ano perdi uma pessoa muito, mas muito especial em minha vida, perdi meu TIO que era como se fosse meu pai, pois ele que me criou desde pequena.


Ai lembrando com carinho do meu tio que sempre que me via falava de como eu era pequena e que não largava uma boneca bebezão indo constantemente ao seu encontro gritando PAI, PAI...


Hoje meu post pode ser um pouco triste, porém tristeza não fica aqui muito tempo afinal todos nós sabemos qual é o nosso destino final.Esta falta que meu tio vai fazer em minha família e na vida de quem fica é enorme, a diferença que vou escolher lembrar dele sempre com sorriso no rosto e não com lágrimas nos olhos.


O post será dedicado ao meu tio JOSE ANTONIO BENEDITO um pai exemplar, grande homem, casado com minha tia há 36 anos, sim, eles foram o primeiro amor um do outro.

Relembrando esta historia de chama-lo de pai, antigamente na época dos anos 80 mesmo o preconceito não era falado porém era visto com mais clareza do que hoje.


Sou negra, de cabelos crespos e nariz achatado ( que passei a amar) e boca pequena (parte que detesto) porém temos tonalidades que difere do NEGRO ESCURO ao NEGRO CLARO mas não deixo de ser menos NEGRA por isso, (olha eu desviando o assunto).

Esta historia que vim contar pra vocês é algo dolorido porém hoje a gente lembra dando risada. Estava chegando da escola e fui direto pra casa da minha tia, quando vi meu tio de longe chamei ele pela forma que estava acostumada. PAI.

Tive muitos olhares de reprovação, afinal onde já se viu um home NEGRO com uma filha "PARDA" e mãe NEGRA, a sorte que na época minha mãe já estava cansada de levar desaforo pra casa e disse em alto e bom som: O QUE VOCÊ TA OLHANDO? GALINHA PRETA NÃO BOTA OVO BRANCO? - imediatamente pararam de olhar e continuaram a fazer suas atividades. Hoje morro de rir com essa história entretanto mostro para vocês que NÃO importa sua cor, raça, religião, seu o AMOR for o PILAR da vida NEM A MORTE IRÁ SEPARAR.

TIO EU SEI QUE VOU TE AMAR, POR TODA MINHA VIDA EU VOU TE AMAR...


Nenhum comentário

Postar um comentário

Deixe seu comentário com dicas e sugestões, não esqueça de seguir
Venha fazer parte deste #TimedeRealezas que só cresce.

 
Desenvolvido por Michelly Melo.