A origem celta do Halloween

31 de out de 2017
Olá Realezas,

Hoje trouxe para vocês a origem celta do Halloween, ou Hallowe’en, que tem a origem numa tradição muito mais antiga, o Samhain. O Samhain, Samain ou Samhuinn (um termo de origem gaélica que significa “o fim do verão”), marcava o início do inverno, o fim das colheitas e o início do novo ano celta que, de acordo com calendário gregoriano adotado no século XVI, se comemorava a 1 de novembro. Era a celebração mais importante do antigo calendário celta e, apesar de ter sido substituído no século VII, é ainda hoje relembrado por toda a Europa sob a forma de diferentes tradições e costumes que perduram até aos nossos dias.




Tradicionalmente, durava três dias, coincidindo atualmente com as celebrações católicas da Vigília de Todos os Santos (noite de 31 de outubro), Dia de Todos os Santos (1 de novembro) e Dia dos Fiéis Defuntos (2 de novembro).

Desde tempos imemoriais que o período está associado aos fantasmas, espíritos e à morte. Para os celtas, era uma altura em que o véu que separava o mundo visível do invisível — o mundo dos vivos e dos mortos — se tornava mais ténue. Acreditava-se que os mortos regressavam e que os deuses e outros seres do submundo passeavam por entre os vivos.



Durante este período, os antepassados eram honrados através de oferendas. Na Irlanda e na Escócia celta, era costume acenderem-se fogueiras no topo das colinas, os chamados “hallowe’en fires” (os “fogos de hallowe’en”). Estes fogos, em honra dos familiares já falecidos, serviam também para purificar as pessoas e a terra, de modo a afastar os demónios, que eram mais fortes nesta altura do ano. Na Escócia, serviam também para afastar e destruir as bruxas. Apesar de muitas das tradições celtas se terem perdido com a cristianização, os “hallowe’en fires” continuaram a arder no topo das colinas até cerca de finais do século XIX.



O Samhain era, também, uma altura para descansar e relaxar, e os jogos eram comuns. Na noite correspondente ao Halloween, e à semelhança do que acontece atualmente, eram feitos vários jogos, alegres e muito barulhentos. Alguns persistem até hoje, como é o caso do “apple bobbing” ou “bobbing for apples”, que consiste em tentar pescar uma maçã com a boca de um tanque cheio de água.

Os celtas acreditavam que a presença dos espíritos era propícia à adivinhação e muitos dos jogos tinham, por isso, um caráter divinatório. Eram especialmente usados para questões relacionadas com o amor ou o casamento. Num desses passatempos, os jogadores tinham de comer pequenos bolos chamados “barmbracks”, que tinham no seu interior um anel ou uma noz e que permitiam saber quem se iria casar e quem iria ficar solteiro. Atualmente, em alguns locais, o Halloween é conhecido pela “noite de quebrar a noz”, “noite da maçã” ou “noite da maçã e da vela”, nomes que provêm dos antigos jogos celtas. Era também uma altura em que eram pregadas partidas e, em algumas localidades, eram usadas máscaras feitas de crânios e peles de animais.




16 comentários

  1. Nossa, que legal! Conhecia pouco da história, mas nunca tinha lido tão bem explicadinho como você deixou.
    Gostei muito de saber um pouco mais!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esta origem! Muito interessante este post, parabéns :)
    Beijinhos*

    http://gestoolharesorriso.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  3. Wuaw! Conhecia pouco a historia! Magnifico!

    ResponderExcluir
  4. Olá Karina!!

    Gostei muito de saber a história do halloween celta!! Amei as inspirações de decoração. Parabéns pelo blog, adorei.

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderExcluir
  5. Que interessante!!!! Não conhecia nada sobre a história do halloween hahah

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  6. É sempre bom aprender né, eu mesmo não sabia desse lado da história, e vai além do que imaginamos, amei seu post, um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Adoro a cultura celta, então sempre explico a origem do Halloween pros meus alunos (sou professora de inglês) quando a data se aproxima. Sempre bom repassar esse conhecimento, né?

    Bjs da Cami

    ResponderExcluir
  8. caramba que interessante, não sabia de jeito nenhum. Muito bom o post.
    www.tolinda.com

    ResponderExcluir
  9. Há essa origem eu já conhecia e adoro muito. Sempre fui ligada a esses tipos. De lendas

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. u amo histórias de terror, acho que por isso que amo tanto filmes de terror, porque tem toda uma história rela por traz, arrasou lindona

    ResponderExcluir
  12. Que legal, não conhecia muito a respeito não. Ótimo post!

    ResponderExcluir
  13. Eu já tinha lido sobre a origem Celta, mas confesso que achei muito mais interessante a sua explicação por ser mais direta :)

    ResponderExcluir
  14. muito bom ler sobre esse tipo de assunto
    vivo pesquisando e essa época do ano para mim é bem interessante <3

    ResponderExcluir
  15. Muito bom o post, não sabia da origem e sempre gostei do Halloween.
    É uma pena que no Brasil não comemoramos tanto, né?

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário com dicas e sugestões, não esqueça de seguir
Venha fazer parte deste #TimedeRealezas que só cresce.

 
Desenvolvido por Michelly Melo.